Objetivos

Objetivo Geral
A Comunidade Vida Nova atua na concessão de benefícios de prestação social especial às famílias e indivíduos em situações de vulnerabilidade ou risco social e pessoal, desenvolvendo um programa de recuperação que tem como objetivo proporcionar ao residente a assistência e o aprendizado para formação de uma vida nova por meio de palestras, laborterapias, atividades físicas, mentais e espirituais, desenvolvendo, desta forma, uma consciência crítica pessoal e equilíbrio emocional. Estes valores possibilitam a restauração do estilo de vida regrado, consciente, e do padrão de uso das substancias psicoativas

Objetivo Geral
A Comunidade Vida Nova atua na concessão de benefícios de prestação social especial às famílias e indivíduos em situações de vulnerabilidade ou risco social e pessoal, desenvolvendo um programa de recuperação que tem como objetivo proporcionar ao residente a assistência e o aprendizado para formação de uma vida nova por meio de palestras, laborterapias, atividades físicas, mentais e espirituais, desenvolvendo, desta forma, uma consciência crítica pessoal e equilíbrio emocional. Estes valores possibilitam a restauração do estilo de vida regrado, consciente, e do padrão de uso das substancias psicoativas sócio-econômicas, relacionais e prejuízos físicos e emocionais decorrentes do abuso de substâncias psicoativas; quanto à necessidade da realização e permanência em tratamento, item crucial para sua recuperação. São realizadas ações que promovam o autoconhecimento e a auto-reflexão, permitindo o resgate de valores pessoais e a responsabilidade por seus comportamentos, atitudes, ações e pelo seu processo de recuperação. A Entidade auxilia o residente para que este se perceba como sujeito ativo, cidadão responsável por sua vida e pela transformação do meio social, a partir da reconstrução dos níveis de responsabilidade e responsabilização e do senso de utilidade. Ajuda no desenvolvimento de habilidades que possibilitem a permanência das mudanças positivas realizadas durante o processo de recuperação e a aplicação destas na vida cotidiana. O residente é acompanhado para o desenvolvimento de novos planos de vida e habilidades de administração autônoma desta; e, quando fora, completado (ou não) o tratamento, que a situação do mesmo seja acompanhada, o encaminhando para órgãos que o auxilie em relação à vida fora do regime de internato. A entidade faz uso da laborterapia, atividades que ajudam a reinserir o residente na sociedade e no mercado de trabalho até que adquiram sua autonomia. É feio o auxilio do residente para que desenvolva recursos que facilitem o enfrentamento de situações de risco de recaída, aumentando o repertório de alternativas viáveis para essas situações. Instiga a restauração dos laços familiares e a busca por novas relações e situações de convívio social desvinculados do uso de substâncias psicoativas. Promove a auto avaliação de cada membro no âmbito do relacionamento e postura familiar, fazendo com que se renove a dinâmica familiar em prol da recuperação do residente.